Últimas >>
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

sábado, 29 de fevereiro de 2020

GDF inaugura expansão do viaduto de Taguatinga

Alargamento do viaduto de Taguatinga beneficiará 135 mil motoristas que trafegam todos os dias pela região. O custo da obra foi de R$ 5,2 milhões.

O Alargamento do viaduto da entrada de Taguatinga foi inaugurado na manhã desta sexta-feira (28). No local, passam diariamente 135 mil condutores – o que reforça a importância dessa intervenção logo na entrada de Taguatinga, uma das maiores cidades do Distrito Federal. O investimento foi de R$ 5,2 milhões. A Expansão dos viadutos vai melhorar o trânsito, principalmente nos horários de grande fluxo.Alargamento do Viaduto da entrada de Taguatinga foi inaugurado nesta sexta-feira (28). Foto: Renato Alves/Agência Brasília

O evento contou com a presença do vice-governador Paco Britto (Avante), do administrador de Taguatinga Geraldo César, do secretário de Obras, Luciano Carvalho; de Governo, José Humberto Pires; de Transporte e Mobilidade, Valter Casimiro; da Comunidade, Severino Cajazeiras e o diretor-geral do DER-DF, Fauzi Nacfur. Também marcaram presença na cerimônia, o presidente da Câmara Legislativa do DF, deputado Rafael Prudente; deputado distrital, Prof. Reginaldo Veras; além dos administradores regionais Daniel de Castro (Vicente Pires); Francisco de Assis da Silva (Águas Claras); José Goudim Carneiro (Sol Nascente/Por do Sol); e João Carlos Lóssio (Jardim Botânico).Autoridades do Executivo, Legislativo e lideranças marcaram presença no evento. Foto: Renato Alves/Agência Brasília

O vice-governador do DF, Paco Britto, destacou a importância da obra para região. “Essa é uma obra de estado. Em breve teremos outros lançamentos como esse”, destacou Britto. A atual gestão recebeu a obra do governo anterior com 25% de conclusão e, em poucos meses, concluiu os 75% restantes. 

A nova configuração do viaduto tem 11 faixas de circulação, sendo cinco no sentido Taguatinga/Plano Piloto e quatro no sentido Plano Piloto/Taguatinga – além de duas centrais para ônibus.Foto: Renato Alves/Agência Brasília

“O impacto no trânsito será imediato. O estrangulamento não existirá mais. No entanto, é importante ressaltar que esta é apenas a primeira obra entregue por esta gestão para melhorar o tráfego na região”, ressaltou Luciano Carvalho, secretário de obras do GDF. 

O titular da pasta lembrou que vem mais por aí. “O alargamento era necessário, por exemplo, para darmos a início às obras do Túnel de Taguatinga, previstas para julho deste ano”, explica.

As faixas têm entre 3,5 metros, destinada aos veículos, e 4 metros para os ônibus. Vale lembrar que, mesmo com o alargamento, a velocidade nesse trecho da via não será alterada, sendo mantida em 60 km/h.

Na antiga formatação, os dois viadutos tinham 60 metros de extensão, com três faixas em cada sentido, totalizando 20 metros de largura. Agora, unificado, o condutor terá à disposição 41,80m de largura. Todo esse serviço envolveu 220 toneladas de aço, 2 mil metros cúbicos de concreto e 35 funcionários.

Em complemento à obra de expansão do viaduto, foram realizados serviços de pavimentação do acesso e das alças do viaduto, sinalização da via, pintura de faixas e do meio-fio e plantio de grama no canteiro. Além da empresa contratada pela secretaria de Obras, participaram das ações o DER, a Novacap, a CEB, o SLU, o Detran e as Administrações de Taguatinga e Águas Claras.

Agenda Capital e Ag. Brasília

Nenhum comentário:

Postar um comentário



imagem-logo