Últimas >>
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

terça-feira, 7 de janeiro de 2020

Ministério da Saúde quer zerar fila de espera por cirurgias eletivas

Municípios terão R$ 250 milhões a mais para procedimentos.

O Ministério da Saúde reservou R$ 250 milhões a mais para aumentar o número de cirurgias eletivas a serem realizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os repasses começam a ser feitos já em janeiro para diminuir as filas para 53 tipos de procedimentos que incluem catarata, varizes, hérnia, vasectomia e laqueadura, além de cirurgia de astroplastia de quadril e joelho, entre outras com grande demanda.

Os procedimentos com maior demanda são os oftalmológicas, para tratamento de catarata e de suas consequências, e para tratamento de doenças da retina, seguida de cirurgia para correção de hérnias e retirada da vesícula biliar.

De acordo com o Ministério da Saúde a expectativa é zerar a fila de espera de pacientes que aguardam por esses procedimentos, que não têm caráter de urgência e são de média complexidade.

As cirurgias eletivas, fazem parte do atendimento diário oferecido à população em hospitais de todo o país. Dados registrados no sistema de informação do SUS mostram que ao longo de 2018 foram realizadas 2,4 milhões de cirurgias eletivas em todo país. Até outubro de 2019, foram 2 milhões de procedimentos realizados em todos os estados brasileiros.

Os gestores estaduais, municipais e do Distrito Federal, responsáveis pela organização e a definição dos critérios que garantam o acesso do paciente aos procedimentos cirúrgicos eletivos, podem se programar para utilização os recursos de acordo com as demandas da população de cada estado. Confira o valor do repasse por estado.

Ministério da Saúde/Divulgação
Por Kamilla Cerbino

Matrículas de novos estudantes na rede pública do DF começam nesta terça-feira

É fundamental se matricular no período correto para não perder a vaga.

Começa nesta terça-feira (7) e vai até o dia 14 o prazo que os novos estudantes da rede pública de ensino do Distrito Federal efetivem matrícula na unidade escolar para a qual foram contemplados com uma vaga. O resultado das inscrições foi divulgado em 19 de dezembro de 2019, no site da Secretaria de Educação (SEE).

É fundamental efetivar a matrícula no período correto para não perder a vaga. Os novos alunos deverão ir somente às escolas indicadas no resultado da inscrição. Não adianta formar filas nas portas das escolas, mesmo para solicitar turno, pois é imprescindível seguir os procedimentos estabelecidos.

Caso o estudante perca o prazo ou deixe de efetuar o procedimento, terá de recorrer às vagas remanescentes. Essas são vagas que sobram após a efetivação das matrículas de todos os novos estudantes e são destinadas apenas a quem perdeu o prazo de inscrição, realizado entre outubro e novembro de 2019. Dessa forma, quem já tiver sido contemplado e optar pelas vagas remanescentes poderá estudar em uma escola mais longe do CEP informado.

Confira todas as informações em Matrículas 2020.

Validação de dados

Os estudantes que solicitaram vagas na regional do Guará e receberam a mensagem “Procure a regional de ensino” já podem verificar, no site da Secretaria de Educação, em que escola vão estudar.

Todos os demais estudantes que receberam a mensagem deverão ir à regional que atende o CEP indicado no ato da inscrição para validar documentos e verificar em que escola irão estudar. Cerca de 500 novos estudantes receberam essa mensagem. Todos terão vaga garantida, mas a efetivação da matrícula será feita posteriormente.
Documentação

Para efetivar a matrícula é necessário levar os seguintes documentos (original e cópia) à secretaria de escola:

• Certidão de Nascimento

• CPF do estudante

• Duas fotos 3X4

• Comprovante residência

• Comprovante de tipagem sanguínea e fator RH nos termos da Lei Distrital nº 4.379/2009

• Carteira de Vacinação, conforme Lei nº 6.345/2019 (Educação Infantil)

• Declaração Provisória de Matrícula (Deprov) ou Histórico Escolar

• O responsável deverá apresentar, no ato da matrícula do estudante menor de idade, os seguintes documentos pessoais:

• Registro Geral (RG)

• Cadastro de Pessoa Física (CPF)

Para outras informações, acesse a Estratégia de Matrícula 2020.
EJA

Para maiores de 15 anos que deixaram de concluir o ensino fundamental e maiores de 18 anos que não finalizaram o ensino médio e queiram concluir os estudos em 2020, as matrículas devem ser efetivadas até 14 de janeiro na escola em que o estudante foi contemplado.

Todas as regionais de ensino ofertam primeiro, segundo e terceiro segmentos, para promover o acolhimento das pessoas que se afastaram da escola na idade regular.
Remanejamento

Os estudantes que foram contemplados no processo de remanejamento também deverão efetivar a matrícula, entre 7 e 14 deste mês, na escola na qual obtiveram a vaga. O resultado foi divulgado pelas secretarias das unidades escolares. Vagas remanescentesAs vagas remanescentes são abertas somente após a efetivação das matrículas dos estudantes inscritos no período correto. Nessa etapa apenas vagas não preenchidas são disponibilizadas.

Pesquisa mostra que inadimplência é grande problema para economia

José Moniz, head de Negócios Digitais do Negocia Fácil.

Levantamento do Instituto Locomotiva/Negocia Fácil/CMS aponta que 97% dos executivos consideram esse cenário prejudicial.

Um estudo inédito realizado junto a executivos atuantes na área de cobrança aponta que os atuais níveis de inadimplência representam um grande problema para a economia do país. Para 97% dos profissionais desse segmento, esse contexto é bastante prejudicial, destaca o levantamento “Desafios e Tendências do Cenário da Inadimplência no Brasil”, elaborado pelo Instituto Locomotiva em parceria com o serviço de cobrança digital Negocia Fácil e a organização CMS, especializada na geração de oportunidades para indústria de crédito.

Destes entrevistados, 60% afirmaram ao estudo que a inadimplência é uma questão crônica já inserida em meio ao consumo da população do Brasil. Os outros 37% ouvidos na pesquisa consideram essa situação um transtorno pontual, motivado pelo atual momento da economia do país. Ainda segundo o levantamento, nove em cada 10 desses executivos consultados avaliam que o país vive uma crise econômica.

Realizado entre os meses de setembro e outubro deste ano, a pesquisa tem como finalidade entender melhor quais eram os desafios dos profissionais do ramo em fazer a recuperação de crédito. Outro objetivo é também analisar as principais tendências do setor para os próximos anos. Um dos destinos verificados por essa análise foi sobre o futuro do sistema bancário brasileiro.

A inadimplência tem um alto impacto não só no cotidiano de quem vivencia essa realidade; como na economia de modo geral. O brasileiro com as suas contas pagas vive melhor e é mais produtivo. A reação da nossa economia devolverá não só o poder de compra às pessoas, mas a sensação de dignidade, o bem-estar”, comenta Renato Meirelles, presidente do Instituto Locomotiva.

Principais tendências apontadas

Ainda segundo o estudo Locomotiva/Negocia Fácil/CMS, 84% dos executivos ouvidos acreditam que os bancos digitais são o futuro do sistema bancário brasileiro. Ainda entre o total de entrevistados, 81% deles disseram que as suas respectivas empresas estão pouco ou nada desenvolvidos em relação à cobrança digital.

“Essa tendência mostra que ter uma opção de cobrança pode destacar uma empresa dos demais e mostra que ela se importa com seus devedores, ao disponibilizar mais um canal de negociação. Além disso, esses resultados mostram como o consumo tem caminhado cada vez mais para o digital, avalia José Moniz, head de Negócios Digitais do Negocia Fácil.

A pesquisa também mostra que 68% das empresas do ramo de crédito já usam um modelo misto de cobrança, envolvendo a modalidade digital e o tradicional. Conforme o levantamento, a metodologia de recuperação digital conta com o maior potencial de sucesso. Essa resposta foi dada por 43% dos entrevistados. Outros 41% acham que o uso desse sistema com o convencional deve ser o mais bem-sucedido.

Sobre tendências para o segmento nos próximos anos, o estudo do Instituto Locomotiva/Negocia Fácil/CMS destaca que o modelo de recuperação de crédito digital é visto por 65% dos executivos com o maior potencial de desenvolvimento. Para 28%, essa metodologia junto com a tradicional deve se expandir. Só 1% apostam no modelo convencional de cobrança.

Sobre o Instituto Locomotiva

Renato Meirelles é presidente do Instituto de Pesquisa Locomotiva. Foi fundador e presidente do Data Favela e do Data Popular, onde conduziu diversos estudos sobre o comportamento do consumidor emergente brasileiro, atendendo as maiores empresas do Brasil. Em 2012, Renato fez parte da comissão que estudou a Nova Classe Média Brasileira, na Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República. Considerado um dos maiores especialistas em consumo e opinião pública do país, foi colaborador do livro “Varejo para Baixa Renda”, publicado pela Fundação Getúlio Vargas e autor dos livros “Guia para enfrentar situações novas sem medo” e “Um País Chamado Favela”, relacionados ao funcionamento do cérebro e técnicas de aprendizado para o alto rendimento das competências e habilidades cognitivas.

Sobre o Negocia Fácil

O Negocia Fácil iniciou as operações em 2012 após ser criado e formatado pela MFM, empresa com 15 anos de existência e especializada em tecnologia e serviços personalizados para as áreas de crédito e cobrança. O serviço foi desenvolvido para as empresas que precisam recuperar seus créditos de forma simples, rápida e fácil com uma mudança na relação entre os credores e os consumidores endividados. A solução permite que a própria pessoa gerencie sua renegociação, a partir de qualquer dispositivo conectado à internet, a qualquer hora do dia e nos canais de sua preferência. Entre os clientes da MFM, estão a NET, Claro, Jequiti, Banco Pan e Credz.

Sobre a CMS

A CMS é a organização mundial especializada na geração de oportunidades para a indústria de crédito, por meio do compartilhamento do conhecimento, a inovação e a visão de futuro em seus eventos. Já organizou mais 350 congressos, seminários, oficinas, workshops e cursos de capacitação em mais de 20 países da América e Europa, reconhecidos como os mais importantes do setor pelos executivos líderes e formadores de opinião em cada um desses mercados. A CMS também produz conteúdos, como a newsletter e portal de notícias em espanhol e português para atualizar os mais de 10 mil inscritos sobre a atividade de crédito, com notícias, artigos, entrevistas, bibliografia e informações de interesse.

terça-feira, 24 de dezembro de 2019

MPS articula mobilização nacional em defesa de Ricardo Coutinho e tem apoio de movimentos sociais e partidos políticos em todo o Brasil

Secretário Nacional do MPS Acilino Ribeiro orienta militância do PSB a ir as ruas e as redes defender ex-governador e declara final de semana como dias de liberdade e luta pela inocência de Ricardo Coutinho.

Articulado pelo secretário nacional do Movimento Popular Socialista do PSB Acilino Ribeiro e pela Coordenadora Nacional do Núcleo de Base Camponesa e de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais e Sem Terras do MPS, Thaísa Daiane Silva e ainda pelas coordenações nacionais de vários Núcleos de Base do segmento para a tarefa, em especial o NB de Comunidades Religiosas e o NB de População de Rua, este sábado 21 e o domingo 22 serão de ampla mobilização popular em defesa da liberdade e reconhecimento da inocência do ex-governador do PSB da Paraíba, Ricardo Coutinho. 

Em Brasília nesta sexta feira 20, antes de viajar a São Paulo para participar do Encontro Nacional da População de Rua o secretário nacional do MPS Acilino Ribeiro organizou com a assistente social Thaísa Daiane e a jornalista e publicitária Bia Salame Cardoso, ativista em defesa da causa feminina e da coordenação nacional do Coletivo Feminista do MPS as estratégias da campanhas a ser levada pelo Movimento Popular Socialista nos estados através dos secretários estaduais e juntos aos movimentos sociais com apoio e mobilização dos núcleos de base do segmento. 

A ideia já posta em prática desde ontem à noite foi enviar a todos os cinco mil sindicatos de trabalhadores rurais do país, vinculados a CONTAG e também mandar para os sindicatos urbanos ligados as centrais sindicais num total de 10 mil, em torno de 100 mil E-mail para serem reenviados a seus respectivos associados e assim atingirem 5 milhões de pessoas nas próximas 48 horas, a nota explicativa do ex-governador Ricardo Coutinho a ser lida neste sábado e domingo nas últimas assembleias gerais do ano realizadas pelos sindicatos.

Aproveitando estas atividades os sindicatos que puderem, foram orientados a imprimir a nota e distribuí-las nos assentamentos rurais. Para isso o MPS contou com o apoio do MST, liderado por João Pedro Stedile que elaborou nota de apoio à Coutinho e com o apoio da FNL liderada por José Rainha. 

Também através do Núcleo de Base de Comunidades Religiosas que articula as pastorais e comunidades eclesiais de base através da igreja católica, dos grupos evangélicos dentro do segmento e da célula da igreja ortodoxa, além das coordenações municipais do MPS nos 510 municípios dos 26 estados e no DF o MPS conseguiu que neste final de semana sua militância consiga distribuir e/ou reencaminhar num esforço concentrado a nota do ex-governador e que em alguns municípios ela seja lida nas paróquias católicas e cultos evangélicos. 

Outro importante ponto de apoio conseguido por Acilino Ribeiro, além dos sindicatos rurais foi a distribuição da nota pela população de rua que realiza em SP/capital de 21 a 23 de dezembro seu encontro nacional com dezenas de militantes de vários estados e que se dispuseram a realizar a tarefa nas capitais e grandes cidades levando milhares de cópias e reencaminhando a mesma através de e-mail e por zap. Acilino Ribeiro disse que está será uma operação de guerra que a militância mais longínqua do MPS, dos municípios mais distantes do Brasil está realizando com um fervor revolucionário jamais visto, pois “é para defender a dignidade de um homem injustiçado, de caráter e que tem uma missão a cumprir que é trabalhar com honestidade em benefício de seu povo, como é o ex-governador Ricardo Coutinho”. Afirmou. 

Acilino tem conversado desde quarta-feira com os secretários estaduais do MPS e estes tem dado todo apoio à ação desenvolvida e articulada pelos núcleos de base e a militância do segmento. Enquanto Thaísa Daiane conversou com diversos dirigentes de outras entidades ligadas ao campo e aos trabalhadores e trabalhadoras rurais como o MAB, o MPA, CPT, associações rurais de acampamento e assentamentos, de agricultores familiares dentre outras e recebeu total apoio para a defesa do ex-governador do PSB. 

Darcy Costa da coordenação nacional do Movimento Nacional de População de Rua e da coordenação do Núcleo de Base do MPS de População de Rua, além do padre João Bosco, pastor Alessandro Bertoli e diácono Wellington Júris, todos do Núcleo de Base de Comunidades Religiosas do MPS manifestaram seu apoio e disposição de levarem as ruas e às igrejas a palavra de ordem orientada pelo MPS pela liberdade e o reconhecimento da inocência de Ricardo Coutinho. 

Conforme declarou Bia Salame Cardoso, Coordenadora Geral do Coletivo Feminista do MPS, “é preciso agora que a mídia pague e apague o estrago que tentou fazer esta semana a espetacularizar essa operação e criminalizar nosso companheiro Ricardo Coutinho”, e concluiu dizendo: “como não vai fazer porque está a serviço da direita, nós faremosr, nas ruas e nas redes”. 

De São Paulo onde está desde sexta feira Acilino articulou o apoio e a solidariedade de diversos movimentos sociais, alguns inclusive colocando seus militantes e logística nas redes sociais a serviço da campanha desenvolvida pelo MPS, principal e mais atuante segmento social do PSB na defesa do ex-governador Ricardo Coutinho. Vários militantes de outros partidos políticos do PCdoB, PDT, PCO, PCB, PSOL e REDE mostraram solidariedade a Ricardo Coutinho compartilhando e curtindo o manifesto e a fotografia de Acilino Ribeiro ao lado do ex-governador além da nota dele postada pelo secretário nacional do MPS em suas páginas no Facebook, Instagram, Twitter e diversos Blogs e Sites nas redes sociais. 

Ao participar neste sábado pelo manhã da abertura do Encontro Nacional e Natal Solidário da População de Rua em São Paulo onde também articulou a filiação de diversos dirigentes estaduais do movimento ao PSB e ingresso no MPS, Acilino agradeceu o apoio das lideranças do MNPR ao governador Ricardo Coutinho e afirmou que este vai se fazer presente no Encontro Nacional de Integração Partidária e Formação Política do Núcleo de Base da População de Rua do MPS ano que vem onde agradecerá pessoalmente o apoio e a solidariedade recebida. 

Acilino foi um dos líderes da esquerda brasileira que fez a abertura do evento do Movimento Pop Rua em SP e que contou com a presença do ex-presidente Lula no encerramento. Acilino e Lula não conseguiram se encontrar devido desencontro de agendas de ambos, pois Acilino estava com viagem marcada para Brasília ainda neste sábado a tarde, porém o secretário nacional do MPS deixou uma comissão do segmento organizada para encontrar-se com o ex-presidente Luís Inácio e agradecer-lhe pessoalmente a solidariedade prestada e o apoio dado a Ricardo Coutinho quando foi determinada sua prisão pela justiça paraibana. A Comissão foi formada pelos Coordenadores dos núcleos de base do MPS, Darcy Costa, da População de Rua, Luciana Trindade do Núcleo de Pessoas com Deficiência e pelo Secretário Municipal do MPS da cidade de São Paulo, André Nascimento. Os três se encontraram com o presidente e transmitiram a mensagem do secretário do MPS e a gratidão de Ricardo Coutinho. 

Ao finalizar o secretário nacional do MPS disse que essa será uma luta permanente, pois: “a direita fascista, a mídia nazista e o capital imperialista desenvolvem um plano diabólico e monstruoso para criminalizar a esquerda e destruir moral, jurídica e politicamente seus líderes, e como Coutinho é um expoente e honrado líder dessa esquerda brasileira eles querem destruí-lo como tentaram fazer com vários outros e tentarão com diversos destes ainda. Mas resistiremos e vamos para o debate, o embate e o combate. Nas ruas e nas redes. E venceremos.” Finalizou. AGNOT / MSF: 20/12/19 - KS - PB/DF.


Darcy Costa, Coordenador Nacional do Núcleo de Base da População de Rua do MPS, falando ao lado do ex-presidente Lula representando o Movimento Popular do PSB.



Luciana Trindade, Coordenadora Nacional do Núcleo de Base de Pessoas com Deficiência 
do MPS \ PSB representando o Secretário Nacional Acilino Ribeiro em reunião com o 
ex-presidente Lula.














Acilino Ribeiro, Secretário Nacional MPS; Darcy Costa, Coordenador do NB da População de Rua do MPS; e André Nascimento, Secretário Municipal do MPS da Cidade de São Paulo.





Ricardo Coutinho com Acilino Ribeiro e Thaisa Daiane, principais articuladores do movimento nacional em defesa da liberdade e da inocência do ex-governador.







Acilino Ribeiro em encontro nacional em São Paulo e articulando apoio ao ex-governador Ricardo Coutinho. Ao lado os vereadores Eduardo Suplicy (PT) e Soninha (Cidadania);











Por Karen Sanches


PSB se fortalece em 17 capitais do país com articulação do MPS junto aos movimentos de população de rua e acampamentos urbanos. Líderes se filiam ao partido

Dezessete líderes membros das coordenações estaduais do Movimento Nacional de População de Rua\MNPR, e de outros organizações populares como das associações de catadores de lixo e dos acampamentos urbanos de luta pela moradia de vários estados brasileiros se filiaram e outros estão em processo de filiação ao PSB para militarem no Movimento Popular Socialista,. A articulação foi feita pelo secretário nacional do MPS, Acilino Ribeiro junto aos respectivos movimentos e em especial com um dos principais nacionais líderes do MNPR, da coordenação nacional do movimento, Darcy Costa.

Os entendimentos finais envolvendo os coordenadores estaduais dos respectivos movimentos foram realizados neste último final de semana através do secretário do MPS Acilino Ribeiro durante os dois dias em que participou do Encontro Nacional e Natal Solidário da População de Rua, em São Paulo, capital, onde foi um dos palestrantes que fez a abertura do evento e que contou também com a presença do ex-presidente Lula da Silva no encerramento.

As articulações envolveram a filiação e o engajamento de líderes populares desses movimentos, que agora vão procurar os secretários estaduais do MPS nos respectivos estados objetivando participarem da luta de massa e uma possível candidatura a vereador nas eleições de 2020.

Acilino e Darcy fizeram contatos e entendimentos além do recrutamento dos dirigentes dos estados de Goiás, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Maranhão, Sergipe, Alagoas, Bahia, Ceará, Pará, Amazonas, Minas Gerais, Espirito Santo, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Acre e Santa Catarina. Em todos eles os líderes dos movimentos de rua irão se reunir com os dirigentes estaduais do MPS para formalizarem as filiações e terão uma reunião com os presidentes estaduais e municipais do PSB articulada pelo Secretário Nacional Acilino Ribeiro e pelo presidente nacional do PSB Carlos Siqueira.

Durante o evento com a participação de Lula e Acilino foram realizados vários outros contatos que abriram espaço para a penetração do PSB em várias frentes de luta, como os catadores de lixo, os advogados de rua, as associações de flanelinhas e movimentos de profissionais de saúde popular, que trabalham ou vivem na rua. 

Acilino Ribeiro agradeceu além da participação dos dirigentes do MPS de SP, André Anselmo, Secretário Municipal na capital e Luciana Trindade, Coordenadora Nacional do Núcleo de Base de Pessoa com Deficiência o apoio dos líderes nacionais do movimento de rua na organização do Núcleo de Base da População de Rua do MPS e no fortalecimento do PSB, como também aceitou a sugestão destes e confirmou a realização ainda em 2020 do Encontro Nacional do respectivo Núcleo de Base e total apoio para que estes se reproduzam nos estados, se fortaleçam e elejam vereadores nas capitais e cidades onde irão concorrer. AGCOM: 23\12\19 – YK.

Por Yakira Khibata


























imagem-logo