Últimas >>
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

sexta-feira, 3 de maio de 2019

Dia D contra o Influenza será neste sábado

Estarão abertas 109 salas de vacina, das 8h às 17h
Agência Brasilia

No próximo sábado (4), Dia D de Vacinação contra a Influenza, 109 salas de vacina estarão abertas, das 8h às 17h, para imunização de todos os públicos da campanha. Além disso, também será possível atualizar a caderneta de vacinação. Clique aqui, e veja a lista completa dos locais das salas. 

Devem se vacinar crianças e gestantes, mulheres com até 45 dias após o parto (puérperas), pessoas com 60 anos ou mais de idade, trabalhadores da saúde, indígenas, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras em condições clínicas especiais, bem como os adolescentes e jovens com idade entre 12 e 21 anos em medida socioeducativa, população privada de liberdade, policiais civis, militares e bombeiros, e os servidores do sistema prisional.

Até esta quinta-feira (2), 220.625 pessoas haviam sido imunizadas. Segundo a gerente da Imunização do DF, Renata Brandão, o público que menos procurou as salas de vacina até agora foram os professores.

“O Dia D é uma oportunidade para a população que não consegue se vacinar na rotina da unidade, para aqueles que não têm tempo durante a semana”, explica a representante da área técnica de imunização da Secretaria de Saúde, Fernanda Ledes Brito.

O objetivo da campanha, que vai até 31 de maio, é reduzir as complicações, internações e mortalidade decorrentes das infecções provocada pelo vírus da influenza na população-alvo. É importante receber uma nova dose anual porque a composição da vacina muda de acordo com o vírus circulante. Até o momento, o Ministério da Saúde já enviou 180 mil doses ao DF para serem aplicadas no Dia D de Vacinação.

A imunização é uma das medidas mais efetivas para a prevenção da gripe grave e suas complicações. As vacinas utilizadas pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), durante as campanhas, são constituídas por vírus inativados, fracionados e purificados. Portanto, são totalmente seguras e não causam a doença.

*Com informações da Secretaria de Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário



imagem-logo