Últimas >>
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

terça-feira, 7 de maio de 2019

Brasília e Lisboa querem se transformar em cidades-irmãs, após visita do vice-governador Paco Britto

Paco Britto esteve reunido com o vice-presidente da Câmara Municipal de Lisboa (que exerce também a função de vice-prefeito da capital portuguesa) João Paulo Saraiva, do Partido Socialista Português. Foto: Assessoria

A visita do vice-governador Paco Britto a Europa rendeu várias parcerias relevantes para o Distrito Federal. Na cidade de Lisboa, Paco Britto esteve reunido com o vice-presidente da Câmara Municipal (que exerce também a função de vice-prefeito da capital portuguesa) João Paulo Saraiva, do Partido Socialista Português. No encontro, que ocorreu na última sexta-feira (3/5), os dois pretendem transformar Brasília e Lisboa em cidades-irmãs não apenas no papel, mas através de uma parceria concreta em termos de cooperação cultural, econômica e tecnológica.

Em entrevista concedida ao Agenda Capital, o vice-governador Paco Britto ressaltou a importância dessas parcerias para Brasília com as principais cidades da Europa no sentido de fortalecer a economia do DF e gerar novos empregos.Visita do vice-governador Paco Britto (Avante) a Lisboa em Portugal.

Na visita a Lisboa, Paco Britto apresentou em primeiro lugar os cumprimentos do governador Ibaneis Rocha a seu homólogo, o presidente da Câmara lisboeta, Fernando Medina, com quem deverá se encontrar no final do mês na reunião da Assembleia-Geral da União das Cidades-Capitais de Língua Português (UCCLA). O vice-governador relatou a Saraiva seu encontro, na véspera, com o presidente da referida organização internacional, da qual o Distrito Federal foi um dos primeiros afiliados, mas depois distanciou-se.

A atuação unida com Lisboa e outras cidades capitais de língua portuguesa na UCCLA trará a Brasília uma capacidade mais vantajosa de se relacionar com o sistema internacional, inclusive o financeiro. Um bom exemplo disso são os recursos – cerca de dois bilhões de dólares – que o governo chinês disponibiliza às cidades e países de língua portuguesa, para reforçar a influência política de Macau (cidade chinesa vizinha a Hong-Kong que foi colônia de Portugal) e da própria China na esfera internacional, assinalou o vice-governador.O vice-governador Paco Brito do DF, sendo recebido em Lisboa pelo vice-prefeito e e vice-presidente da Câmara Municipal de Lisboa, João Paulo Saraiva.

Paco Britto contou a Saraiva que o Governador Ibaneis participou de importante feira internacional de turismo em Lisboa, em março último, quando assinou com a TAP um acordo de stop-over, objetivando estimular uma permanência mais prolongada de turistas portugueses e de outros países da Europa em Brasília e na região Centro-Oeste. Ademais, com vistas a estimular a escala de voos internacionais na Capital Federal, o GDF decidiu recentemente cortar pela metade a incidência do ICMS sobre o combustível de aviação. Essa decisão faz parte de uma estratégia maior, que é a de transformar o Distrito Federal num ‘hub’ aéreo nacional e internacional, tanto no transporte aéreo de passageiros quanto no transporte de carga, observou Britto a seu homólogo lisboeta. A consolidação deste ‘hub’ em Brasília, transformando-a no núcleo principal para as empresas aéreas, também beneficiará Lisboa, na medida em que novas linhas aéreas diretas se estabeleçam entre o Distrito Federal e as demais capitais sul-americanas.

Agenda Capital

Nenhum comentário:

Postar um comentário



imagem-logo