Últimas >>
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Japão na mira de parcerias com o GDF

Em visita ao Buriti, embaixador nipônico no Brasil fala de investimentos e participação nas festas de 60 anos de Brasília.

A parceria entre os governos do Japão e do Distrito Federal foi discutida na tarde desta quarta-feira (4/9), no Palácio do Buriti. Em visita ao governador Ibaneis Rocha, o embaixador nipônico no Brasil, Akira Yamada, falou do interesse do país em participar das comemorações de aniversário dos 60 anos de Brasília, celebrados em 21 de abril de 2020, e ouviu do chefe do Executivo o interesse em atrair investimentos daquele país na capital. A aproximação do GDF com a cultura japonesa é mais um movimento de abertura do DF ao mercado externo.

Com um Produto Interno Bruto (PIB) de mais de 4,8 trilhões de dólares em 2018 (o equivalente a R$19,64 trilhões) e uma renda per capta de 39,3 mil dólares (cerca de R$ 160,8 mil), o Japão é a terceira maior economia do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e da China.

Minérios de ferro e seus concentrados e carne de frango são os produtos brasileiros mais importados pelos japoneses, enquanto as partes e peças de veículos automóveis e tratores as mais exportadas para o Brasil.

Há dois anos morando em Brasília – e estando na cidade pela primeira vez em 1976 –, Yamada demonstrou ao governador Ibaneis interesse em participar ativamente do aniversário da cidade no ano que vem, ano em que a imigração japonesa no Brasil completará 111 anos. “Brasília é uma cidade de ficção científica, uma cidade do futuro.”

Projeto do GDF, a adoção de escolas públicas por embaixadas estrangeiras foi apresentada ao embaixador como uma possibilidade de parceria entre os governos distrital e japonês. Por concentrar a maior parte da comunidade nipônica do DF em Brazlândia, o governador Ibaneis propôs que um acordo de cooperação seja firmado com uma unidade de ensino da região.

Transformação
“A proposta é proporcionar aos nossos estudantes uma nova cultura no contra turno. Isso cria uma afinidade com o país e se torna um projeto que transforma a vida de milhares de crianças”, aposta Ibaneis.

Projeto semelhante já está sendo desenvolvido com as embaixadas da França e da Espanha, e está em fase de negociação com as representações estrangeiras da Bolívia, do Cazaquistão e da China.

O governador aproveitou para apresentar ao embaixador os atrativos da capital para investimentos empresariais. A posição geográfica de Brasília, no centro do país e da América Latina, e a capacidade do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitscheck como hub de carga, com vazão e equidistância aos principais aeroportos, são algumas das vantagens para investimentos no DF.

O encontro do embaixador do Japão com o governador do DF foi acompanhado pelo secretário extraordinário de Relações Internacionais do Distrito Federal, Pedro Rodrigues.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



imagem-logo