Últimas >>
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Fórum Mundial da Água: Senado cria subcomissão para discutir o evento

Ato ocorreu nesta quinta-feira (22) no Congresso Nacional, em audiência pública sobre a escassez de água e as ameaças à estabilidade da ordem internacional.

Como parte dos preparativos para o 8º Fórum Mundial da Água, que ocorrerá em Brasília de 18 a 23 de março, foi criada no Senado Federal, nesta quinta-feira (22), subcomissão temporária para tratar 
do evento.Como parte dos preparativos para o 8º Fórum Mundial da Água, foi criada no Senado Federal, nesta quinta-feira (22), subcomissão temporária para tratar do evento. O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, participou da solenidade. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

O colegiado passa a funcionar a partir de hoje e fica dentro da Comissão de Relações Exteriores de Defesa Nacional, presidida pelo senador Fernando Collor (PTC-AL). Os parlamentares Jorge Viana (PT-AC) e Cristovam Buarque (PPS-DF) foram eleitos, respectivamente, presidente e vice-presidente da subcomissão.

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, participou da solenidade e da audiência pública nesta manhã e falou sobre as expectativas para o encontro internacional que a capital da República sediará.

“Teremos iniciativas pioneiras no fórum, como arena de parlamentares do mundo inteiro para avançar na legislação ambiental e encontro de juristas para debater o direito de todos à água e outro de governadores para expor as dificuldades de cada estado quanto aos recursos hídricos”, disse.

O chefe do Executivo local destacou ainda ações do governo de Brasília para enfrentar a crise hídrica na cidade e investimentos em questões ambientais:
Entrega dos sistemas de captação de água no ribeirão Bananal e no Lago Paranoá
Construção do sistema Corumbá, em conjunto com Goiás, com previsão de entrega para fim de 2018
Democratização da orla do Lago Paranoá
Fechamento do Lixão da Estrutural e abertura do Aterro Sanitário de Brasília
Recuperação de nascentes, em especial na região do Descoberto, com apoio da Fundação Banco do Brasil

“Nosso País tem 12% da água doce do planeta e os dois grandes reservatórios subterrâneos do mundo: o aquífero Guarani [39 mil km³] e o aquífero Alter do Chão [162.520 km³], recentemente descoberto como o maior do mundo. E ainda assim passamos por dificuldades”, disse o senador Jorge Viana.

Também participaram o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes; o diretor da Agência Nacional de Águas (ANA) e secretário-executivo do 8º Fórum Mundial da Água, Ricardo de Andrade; e o diretor-presidente da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa), Paulo Salles.
Inscrições para o fórum estão abertas

Quem quiser acompanhar os debates no Centro de Convenções pode se inscrever por meio do site oficial do evento, na aba Inscrições.

Os ingressos dão direito à participação da abertura, do encerramento, das sessões do fórum, dos almoços e dos eventos culturais na exposição e na feira.

FÓRUM MUNDIAL 
DA ÁGUA

Inscrições
Programação
Vila Cidadã

O segundo lote será vendido até 28 de fevereiro. Brasileiros e cidadãos de países que não integram a Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico têm 50% de desconto no cadastro.

Estudantes, por sua vez, têm abatimento de até 80% na adesão. A partir de 1º de março, começa a venda do terceiro lote de ingressos.
O que é o Fórum Mundial da Água

Criado em 1996 pelo Conselho Mundial da Água, o fórum foi idealizado para estabelecer compromissos políticos acerca dos recursos hídricos.

Em Brasília, o evento é organizado pelo Conselho Mundial da Água, pelo governo local — representado pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do DF (Adasa) — e pelo Ministério do Meio Ambiente, por meio da Agência Nacional das Águas (ANA).

O fórum ocorre a cada três anos e já passou por: Daegu, Coreia do Sul (2015); Marselha, França (2012); Istambul, Turquia (2009); Cidade do México, México (2006); Kyoto, Japão (2003); Haia, Holanda (2000); e Marrakesh, no Marrocos (1997).

A escolha de Brasília como sede da 8º edição se deu em 26 de fevereiro de 2014, durante reunião de governadores do Conselho Mundial da Água, na Coreia do Sul. Será o primeiro fórum a realizar-se no Hemisfério Sul.


8º Fórum Mundial da Água
De 18 a 23 de março
No Centro de Convenções Ulysses Guimarães e no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha
Inscrições abertas no site oficial do evento

Projeto Câmara em Movimento presta contas em Taguatinga nesta segunda-feira (26)

CLDF vai apresentar trabalho feito para solucionar demandas dos moradores da cidade

O projeto Câmara em Movimento retoma suas atividades na próxima segunda-feira (26). O encontro, que acontecerá no Auditório da Administração Regional de Taguatinga – St. Central Lote A (Praça do Relógio), a partir das 19h, tem como objetivo atualizar a população sobre o andamento das demandas locais levantadas durante o movimento itinerante.

A prestação de contas, por parte da CLDF, compõe o planejamento de pós-Câmara com monitoramento dos resultados, fiscalização e a execução das prioridades. As necessidades com urgência de Taguatinga foram apresentadas durante as sessões realizadas com as lideranças e membros da população em junho de 2017. As dez reinvindicações apontadas pelos moradores foram:

- Construção de creche;

- Requalificação de espações públicos – Taguacenter e Mercado Norte;

- Criação de uma DEAM;

- Ampliação do quadro de médicos do HRT;

- Requalificação do Taguaparque;

- Horário integral no atendimento às mulheres vítimas de violência;

- Reforma do Hospital de Taguatinga (HRT);

- Alargamento de avenida Samdu;

- Revitalização da entrada e do centro de Taguatinga;

- Instalação de um NAFAVD.

O Projeto - O Câmara em Movimento retornou para a agenda legislativa do Distrito Federal no mês de abril de 2017. No novo formato adotado pelos parlamentares a dinâmica prevê sessões itinerantes e acompanhamento das prioridades definidas pelas lideranças de cada localidade. Os representantes de entidades da sociedade civil participam da oficina preparatória com capacitação para definição dos dez itens prioritários de cada Região Administrativa.

No ano passado a atividade itinerante atendeu as regiões: Cidade Estrutural, Vicente Pires, Setor Produtivo, Taguatinga, Itapoã, Jardim Botânico, São Sebastião, Paranoá e Cruzeiro. O movimento contou com a participação e envolvimento de cerca de 1.955 pessoas. As demandas prioritárias levantadas chegaram ao total de 92. Além das 723 proposições que foram lidas e aprovadas pelos representantes legislativos.

Luana Pontes (estagiária)
Foto: Carlos Gandra
Comunicação Social - Câmara Legislativa

Biblioteca Paulo Bertran inaugura novo ponto de leitura

A Biblioteca Paulo Bertran inaugurou, nesta terça-feira (20), mais um Ponto de Leitura, desta vez no 5º andar da sede da CLDF, para uso dos visitantes e servidores que circulam por lá. Formado com livros doados pelos servidores da Câmara Legislativa, o Ponto de Leitura tem um mecanismo simples: qualquer leitor escolhe o volume de seu interesse, anota os dados em um formulário, leva o livro e devolve ao término da leitura ou da pesquisa. Com a boa aceitação da proposta, a ideia é expandir a experiência com a instalação de outras unidades.

A diretora da Biblioteca, Cleide Soares, observa que a proposta dos pontos de leitura é altamente solidária e aberta à toda população, cujo espaço colaborativo tem proposta de empréstimo totalmente consciente: "você escolhe, você anota, você leva, você lê no seu tempo e devolve quando terminar de ler. E pega outro livro Ah! Não precisa ser servidor! É para todos! Conheça os títulos disponíveis nas estantes no foyer, no TI, no refeitório e agora no 5º andar. Ler é muito bom! E melhor um livro compartilhado que um livro empoeirado. Doe livros também! Para falar conosco: e-mail biblioteca@cl.df.gov.br ou telefone - 3348-9235".

Descarte - A Biblioteca Paulo Bertran convida servidores da CLDF e interessados para avaliar o descarte de obras literárias e ajudar como puder. "Descarte" é toda obra que não fará parte dos acervos mantidos pela Biblioteca e que são colocados à disposição para doação (ou reciclagem). Estão disponíveis obras:

► da BIBLIOTECA – que adquire novas edições ou recebe obras que não se encaixam à temática do acervo ou em grande número de exemplares

► e do PONTO DE LEITURA – que recebeu materiais diversos, dentre os quais: apostilas de concurso, livros de 1º e 2º grau e outros de áreas específicas como informática, fotografia, arte, etc.

"O ideal seria termos disponibilidade para selecionar bibliotecas ou instituições com cada perfil e viabilizar a entrega aos possivelmente interessados. Porém, não temos condições para tal. Mas juntos somos mais! E talvez você, ou seu filho, um amigo ou mesmo a biblioteca ou escola de seu bairro tenha interesse por alguma obra que está aqui para doação! Caso a publicação não sirva a ninguém, será reciclada como papel velho e aproveitada de alguma forma", ressalta Cleide.

José Coury Neto
Foto: Natália Mendes
Comunicação Social - Câmara Legislativa

TRE rejeita ação de Rollemberg contra Sinpro

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF) mandou arquivar o pedido de Ação de Investigação Judicial Eleitoral ajuizada pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) no Distrito Federal, contra o Sindicato do Professores do Distrito (Sinpro) e a campanha “E agora, Rodrigo?”. Em decisão desta quinta-feira (22), a relatora Carmelita Brasil afirma que os vídeos são apenas uma crítica ao governo e podem continuar sendo veiculados. Pedro Ventura/ Agência Brasília

Na ação movida no TRE, o PSB alegou arrecadação e gastos ilícitos em campanha, uso indevido de meios de comunicação e abuso de poder político e econômico. Para o partido, o Sinpro criou e divulgou documentos com o objetivo de realizar propaganda eleitoral antecipada negativa do atual governador do Distrito Federal e, em contrapartida, beneficiar os pré-candidatos apoiados pelo Sindicato.

Há alguns meses, o Sinpro lançou um vídeo onde questionava as ações da gestão de Rollemberg. “A água acabou. A luz apagou. O trabalho sumiu. A saúde acabou. E agora, você, que tem nome, que se importa com os outros, que educa, que ama, protesta? E agora, Brasília? Estamos no rumo certo? Não, Brasília não está no rumo certo.” Frases do vídeo lançado pelo Sindicado dos Professores.

Incomodado, o PSB retrucou o vídeo e lançou um outro, respondendo a crítica com a divulgação dos números das principais ações de trabalho de Rollemberg. “Tivemos uma redução de 46 mil pessoas em situação de desemprego. Inauguramos o Batalhão de Polícia Militar do Lago Norte e Varjão. Trezentos e sessenta novos bombeiros para essa corporação que honra e orgulha a população brasiliense. Em Samambaia, entregamos mais de 1 mil escrituras definitivas na expansão. Já são 45.127 escrituras entregues em todo o DF”, diz trecho do vídeo do governo . Rollemberg aparece ainda lembrando de que 1,7 milhão de metros quadrados foram desobstruídos na orla do Lago Paranoá.

Segundo a relatora, só haveria prejuízo se houvessem candidaturas oficializados. “Necessidade de a candidatura confirmar-se, não só para averiguar o interesse do ilegais, conforme afirma o autor acima mencionado, mas também o do prejudicado. Na hipótese dos autos, o próprio Governador do DF ainda não é candidato, de forma que não se não pode apurar eventuais prejuízos para uma candidatura inexistente.”



imagem-logo