Últimas >>
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

sábado, 2 de setembro de 2017

Detran-DF inicia fiscalização do licenciamento de 2017

Durante blitz em Águas Claras nesta sexta (1º), agentes fizeram 83 abordagens, que resultaram em 16 notificações e 10 remoções de veículos que não estavam com o documento obrigatório em dia.

No primeiro dia de exigência do certificado de registro e licenciamento de veículos (CRLV) 2017, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) fez 83 abordagens em uma blitz em Águas Claras na manhã desta sexta-feira (1º).Detran-DF fez blitz na manhã desta sexta-feira (1º) em Águas Claras. Foto: Detran

A fiscalização ocorreu na Avenida Areal, e o resultado foram 16 notificações para motoristas que apresentaram pendências no documento e 10 remoções de carros.

Segundo o Detran-DF, ao parar um condutor que esteja sem o documento, antes de notificá-lo, os agentes estão orientados a consultar o sistema para verificar se há débitos em aberto. Caso o licenciamento esteja em dia, não haverá autuação.

A validade do CRLV de 2016 venceu nessa quinta-feira (31). A partir de hoje, quem for flagrado sem ter quitado todas as pendências financeiras vinculadas à emissão do CRLV pode ser multado e ter o veículo apreendido.

Além do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), é preciso pagar o seguro obrigatório (DPVat), o licenciamento e multas vencidas.
12,4 milQuantidade de usuários que procuraram os serviços do Detran-DF na quinta (31)

O protocolo de autorização de circulação está suspenso por tempo indeterminado porque o sistema do Detran-DF ficou sobrecarregado devido à grande demanda de atendimentos. Por isso, a prioridade será para o atendimento presencial. Ontem, 12.400 usuários procuraram os serviços do órgão.

O documento provisório é válido por 30 dias dentro do DF, e cada proprietário poderá retirá-lo uma única vez.
O que fazer para regularizar a situação do CRLV

Quem ainda não está de posse do CRLV deve entrar no site do Detran-DF para verificar se existe alguma pendência ou restrição.

De acordo com o Departamento de Trânsito, até o momento, 870.476 veículos foram licenciados, ou seja, 51,23% da frota de 1.698.930 veículos.

Com todos os débitos pagos, o CRLV é automaticamente enviado ao endereço registrado no sistema. Por isso, é importante que o condutor mantenha o cadastro atualizado.

O motorista que dirige veículo não licenciado comete infração de natureza gravíssima, com multa de R$ 293,47, sete pontos na carteira nacional de habilitação (CNH) e remoção do veículo, além de precisar pagar guincho, diária, vistoria e serviço de liberação do veículo, conforme o Código Brasileiro de Trânsito.
Pontos para a Vida

Os motoristas devem ficar atentos também à quantidade de pontos acumulados na carteira devido a infrações. Cada condutor pode atingir, no máximo, 20 pontos na CNH em 12 meses.

Quando se extrapola esse número, abre-se um processo administrativo e, consecutivamente, a habilitação é cassada.

Para retirar das vias quem está com o direito de conduzir suspenso ou com a carteira cassada e insiste em dirigir, o Detran-DF deflagrou, no início de abril, a operação Pontos para a Vida.

Desde então, já foram registrados 5.234 pontos e afastados das ruas 196 motoristas.
"A ideia é retirar das vias aqueles que põem em risco a segurança dos pedestres e demais condutores"Arthur Magalhães, agente de trânsito idealizador da operação Pontos para a Vida

“Nós retiramos os pontos que ameaçam a vida e colocamos essa pontuação em um placar. A ideia é retirar das vias aqueles que põem em risco a segurança dos pedestres e demais condutores”, relata o agente de trânsito Arthur Magalhães, idealizador da operação.

Segundo ele, 90% dos motoristas retirados de circulação foram suspensos ou cassados por terem sido flagrados ao volante depois de ingerir bebida alcoólica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



imagem-logo