Últimas >>
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Metrô faz trecho em alta velocidade com porta aberta no DF; veja vídeo

Não houve sirene ou freio de emergência, diz passageiro que filmou incidente; ninguém ficou ferido. Metrô recolheu trem, e vai analisar câmeras para identificar problema.

Por G1 DF

Metrô faz trecho em alta velocidade com porta aberta no DF

Um vagão do Metrô do Distrito Federal percorreu cerca de 1 km, no fim da tarde desta terça-feira (22), com uma das portas abertas. Imagens feitas por um passageiro mostram que o espaço era suficiente para causar um acidente grave (veja acima).

O problema aconteceu por volta das 18h30 – horário de pico –, entre as estações 112 e 114 Sul. No vídeo, é possível perceber que o trem roda em alta velocidade e que os passageiros fazem esforço para se afastar da abertura.

Em nota ao G1 e à TV Globo, o Metrô diz que esse trem foi recolhido e passará por análise e manutenção. Imagens das câmeras de segurança também serão analisadas, para ver se a falha se repetiu e se o trem chegou a "arrancar" com a porta aberta.

A administração do Metrô também informou que esse trem é da frota antiga (Série 1000). Quando uma falha desse tipo acontece, o sistema de segurança deveria impedir a aceleração do veículo, justamente para não gerar riscos. Nesta quarta, os técnicos do Metrô devem avaliar todos esses sistemas.

Susto

Autor das imagens, o estudante Guilherme Jesus Gaspar, de 18 anos, diz que nunca tinha visto algo parecido nos trens. Diariamente, neste mesmo horário, ele usa o Metrô para sair do estágio, no centro de Brasília, e voltar para casa, em Samambaia.

"Ele saiu da estação assim, com a porta meio aberta, a gente ficou até assustado. Não soou nenhuma sirene, nenhum alarme, não veio ninguém. O pessoal tentou fechar a porta com a mão, mas não deu."

Ao chegar na 114 Sul, segundo ele, as portas voltaram a funcionar normalmente, sem a intervenção de funcionários do Metrô. Na nota ao G1, a administração do serviço confirma que houve falha no trecho, mas diz que ainda vai investigar se o problema se repetiu em outros momentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



imagem-logo