Últimas >>
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Prospera DF libera R$ 388 mil em cartas de crédito

O comerciante Gilvan Ramalho foi um dos 30 microempreendedores que receberam empréstimo distribuído pela Secretaria Adjunta do Trabalho nesta terça-feira (4).

Maria de Fátima Azevedo, de 55 anos, e Gilvan Pereira Ramalho, de 44, têm muito em comum: são comerciantes, trabalham desde 2008 no Shopping Popular de Ceilândia e nesta terça-feira (4) ambos receberam R$ 15 mil em cartas de crédito do Prospera DF. Os dois estão entre os 30 microempreendedores beneficiados pelo programa com R$ 388.979,45 ao todo.O comerciante Gilvan Pereira Ramalho está entre os 30 microempreendedores beneficiados pelo programa Prospera DF nesta terça-feira (4).

A entrega do 18° lote de empréstimos de 2016 ocorreu na manhã desta terça-feira (4), no auditório da Secretaria Adjunta do Trabalho, da pasta do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, no Setor Comercial Sul.

“Muita gente de fato prosperou em seus negócios por meio desse programa”, afirmou o secretário adjunto do Trabalho, Thiago Jarjour. “O Prospera remete a uma política pública de Estado e é um tipo de programa com efetividade na ponta”, disse, após entregar as 30 cartas de crédito. Neste ano, 539 microempreendedores já foram contemplados, em um total de R$ 6.556.729,27 distribuídos em cartas de créditos – a meta é chegar a R$ 11 milhões até dezembro.

O auxílio do Prospera tem efeito semelhante para Maria de Fátima e Gilvan, embora vendam produtos diferentes: ela, bolsas, e ele, eletrônicos. Os dois conseguem incrementar o estoque quando recebem o dinheiro do governo. “Compro muita mercadoria à vista, pois tenho 5% de desconto. A carta de crédito me faz ter mais dinheiro em caixa e me ajuda de uma vez”, contou Maria de Fátima. “Todo ano busco o crédito, é um auxílio eficiente para os comerciantes”, disse Gilvan.
Quem pode obter recursos do Prospera DF

Iniciativa da Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, o programa tem apoio do Banco de Brasília (BRB) e da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do DF (Emater-DF). É voltado a empreendedores urbanos do setor informal (como autônomos), microempresas ou empresas de pequeno porte, artesãos, cooperativas de trabalho e produção individual nas áreas urbanas e rurais do Distrito Federal e da Região Integrada de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal e Entorno (Ride). Os recursos saem do Fundo de Geração de Emprego e Renda.

Os investimentos podem ser usados para a aquisição de máquinas, equipamentos, móveis e utensílios. O capital de giro na área urbana é exclusivo para a compra de matérias-primas e mercadorias. A modalidade de custeio rural é para gastos com insumos e preparação de terra para plantio, por exemplo. Desde o pedido do crédito até depois da concessão dada, os beneficiados recebem acompanhamento e orientação.
Como solicitar crédito do Prospera DF

Interessados em obter recursos devem procurar as Agências do Trabalhador do Plano Piloto, no Setor Comercial Sul (Quadra 6, Lotes 10 e 11), ou de Taguatinga, na Avenida das Palmeiras (Quadra C4, Lote 3), onde funcionam as duas agências de crédito do governo de Brasília. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas. Exige-se levar documentação do empreendimento e comprovar a atividade desenvolvida.

No caso da área rural, deve-se procurar uma das unidades da Emater-DF. O atendimento na empresa pública é de segunda a sexta-feira, das 8 horas ao meio-dia e das 13 às 17 horas.

Inscrições para o Prospera DF

Nas Agências do Trabalhador do Plano Piloto (Setor Comercial Sul, Quadra 6, Lotes 10 e 11) e de Taguatinga (Avenida das Palmeiras, Quadra C4, Lote 3)

Das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas

Agência Brasília
Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

Nenhum comentário:

Postar um comentário



imagem-logo