Últimas >>
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Governo avalia andamento de projetos de meio ambiente e infraestrutura

Em reunião na tarde desta quarta-feira (14), no Palácio do Buriti, foram discutidos temas como as obras no Sol Nascente e a desativação do aterro controlado do Jóquei.

O governador Rodrigo Rollemberg passou a tarde desta quarta-feira (14) reunido com parte da equipe de governo para avaliar resultados de projetos importantes em andamento. Entre os assuntos discutidos estavam, por exemplo, as obras no Sol Nascente, em Ceilândia. Com previsão de entrega para julho de 2017, o Trecho 1 encontra-se com 23% dos serviços de drenagem e pavimentação concluídos. Uma das bacias para a rede de esgotamento sanitário está pronta, e outra, com 85% da obra entregue.O governador Rollemberg em reunião com membros da equipe de governo na tarde desta quarta-feira (14), no Palácio do Buriti. Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

No Trecho 2, finalizaram-se 7% dos serviços de drenagem e 20% dos de esgotamento sanitário. Já as obras no Trecho 3 dependem de licença ambiental para que, depois disso, sejam iniciadas imediatamente. O governador pediu aos órgãos empenho para que as intervenções no Sol Nascente continuem avançando. “É muito importante que essas obras prossigam com rapidez, para levar mais qualidade de vida a quem vive lá”, disse Rollemberg.

As obras de urbanização no setor beneficiarão mais de 100 mil pessoas. Serão investidos cerca de R$ 188 milhões, recursos da Caixa Econômica Federal (95%) com contrapartida do governo de Brasília (5%).
Desativação do aterro controlado do Jóquei

Os gestores e o governador também avaliaram o andamento de ações necessárias para desativar o aterro controlado do Jóquei. Entre as iniciativas está a implementação dos centros de triagem, do aterro sanitário e dos pontos de entrega voluntária.

Na reunião, que teve três momentos para análise de diferentes assuntos, ainda foram discutidas ações relacionadas a meio ambiente, como os preparativos para o 8° Fórum Mundial da Água; o programa-piloto Preserva Cerrado, que tem como foco novas metodologias de compensação ambiental para recuperação do bioma; e o zoneamento ecológico-econômico, que terá a fase de consultas públicas aberta ainda neste mês, antes do envio do projeto de lei, em dezembro, à Câmara Legislativa.

Entre os gestores que participaram do encontro estavam o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio; os secretários de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leany Lemos; do Meio Ambiente, André Lima; de Gestão do Território e Habitação, Thiago de Andrade; e de Infraestrutura e Serviços Públicos, Antônio Coimbra; e os diretores-presidentes da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab), Gilson Paranhos, e do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), Kátia Campos.

MARIANA DAMACENO, DA AGÊNCIA BRASÍLIA
EDIÇÃO: RAQUEL FLORES

Nenhum comentário:

Postar um comentário



imagem-logo