Últimas >>
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Asvecom em parceria com Embaixada da Coreia, começa a publicação de uma serie de artigos para conhecer melhor a cultura desse país

1º ARTIGO - EMBAIXADA DA COREIA

    Imagem do Sol

Na República Popular Democrática da Coreia (RPDC), em todos os lugares, se vê a imagem do eterno Presidente Kim Il Sung (1912-1994), com um largo sorriso, tão brilhante quanto o sol que no seu rosto aparece. Nas lapelas dos cidadãos coreanos, brilha um distintivo com esta imagem do Presidente coreano. O largo sorriso do presidente representa a satisfação e o orgulho de ter feito tudo o que deveria como homem e como um estadista.

Nascido no seio de uma família camponesa no início do século passado, quando o país estava sob a ocupação militar do Japão (1905-1945), Kim Il Sung, com apenas 10 anos de idade, começou uma luta revolucionária e logo teve a idéia Juche e Songun (priorização de assuntos militares), que mais tarde seria de grande importância para a revolução coreana e a causa da independência da humanidade. 

Enquanto líder da revolução por um longo tempo, ele desenvolveu atividades ideológicas e teóricas e fez de suas ideias, um guia enciclopédico orientador para a luta pela soberania, a independência e o socialismo, bens espirituais de todos os seres humanos.

Com a capacidade de liderança extraordinária, guiou a revolução coreana à vitória e estimulou e impulsionou vigorosamente a causa da independência da humanidade. Organizou e desenvolveu a Luta Revolucionária Antijaponesa de 20 anos e conseguiu a libertação do país (15 de agosto 1945). Em 10 de outubro de 1945, fundou o Partido dos Trabalhadores da Coreia, organizador e orientador do povo coreano. Após realizar com sucesso a revolução democrática contra o imperialismo e o feudalismo, fundou em 9 de Setembro de 1948, a República Popular Democrática da Coreia (RPDC) - a Coreia do Norte, que foi o primeiro estado democrático popular no Oriente. Conquistou a vitória na Guerra de Libertação da Pátria (1950-1953), ao rechaçar a invasão das forças aliadas imperialistas, conduzidas pelos Estados Unidos da América. Organizou e conduziu a reabilitação e a reconstrução do país no pós-guerra e iniciou a revolução socialista e, em seguida, dirigiu a implantação do socialismo em várias fases, transformando a Coreia do Norte em um poderoso país socialista, soberano, independente e autossuficiente na defesa de seus territórios.

Com a apresentação de várias propostas para a reunificação da Coreia como as Três Cartas de Reintegração (os três princípios da reunificação, o projeto de fundação da República Federal Democrática da Koryo e o programa de dez pontos para a Grande Unidade Panacional) Kim Il Sung fez uma contribuição histórica e eterna para a causa da reunificação da nação coreana. Ele também se esforçou para a unidade e coesão do movimento socialista mundial, para o Movimento dos Países Não-Alinhados e seu fortalecimento e para a independência de outros povos do mundo.

Kim Il Sung era a personificação de virtudes nobres. Tanto os coreanos e estrangeiros o veneravam, apesar de divergências no ponto de vista político e nas crenças religiosas. A escritora alemã Luise Rinser, católico, disse: "Kim Il Sung é um ser divino", e o ex-presidente americano Jimmy Carter afirmou que o presidente Kim Il Sung era maior do que todos os mais famosos presidentes americanos: George Washington, Thomas Jefferson e Abraham Lincoln.

O largo sorriso de Kim Il Sung também representa a convicção e otimismo para um futuro esplêndido para a Coreia socialista.

Sua ideologia e a causa foram herdados com sucesso por Kim Jong Il (1942-2011), eterno presidente do Comitê de Defesa Nacional da Republica Democrática da Coreia Defesa DPR, que continou sintetizando, sistematizando e enriquecendo globalmente as ideias Juche e Songun levantadas pelo seu antecessor, autor dessas doutrinas revolucionárias que orientam a causa pela independência das massas populares. 

Nos últimos anos do século passado, após a morte de Kim Il Sung, devido à ofensiva anti-socialista concentrada das forças aliadas imperialistas comandadas pela América do Norte, a causa socialista da Coreia enfrentou as piores adversidades. Kim Jong Il, levantando a Bandeira Songun, não só alcançou vitórias sucessivas no enfretamento anti-imperialista e anti-ianque e defendeu firmemente o socialismo, mas também implantou um grande projeto de construção de um estado socialista poderoso e próspero, preparando um trampolim para isto. Através do deste seu compromisso para com a Coréia, Kim Jong Il adquiriu uma posição de respeito mundial na cosmonáutica e na energia nuclear.

Kim Jong Il elaborou as linhas e as propostas da reunificação independente do país apresentado por Kim Il Sung como as Três Cartas de Reunificação Nacional e levantou o ideal entre a população coreana (Entre nós, os compatriotas) para abrir a fase transcendental da reunificação e com uma hábil e impar manobra diplomática e atividades entusiastas no exterior, incentivou o movimento socialista mundial e fez uma grande contribuição para a preservação da paz e estabilidade no nordeste da Ásia e no resto do mundo e também para a realização da causa da independência anti-imperialista.

A causa da independência, Songun e o socialismo são levados ao pé da letra por Kim Jong Un, líder máximo da RPDC. O jovem líder da Coreia, em apenas quatro anos após a morte de Kim Jong Il, categoricamente, rechaçou desafios dos Estados Unidos e outras forças hostis, o que deu origem a acontecimentos excepcionais sucessivos que causaram admiração no mundo. 

Em diferentes partes do país, foram erguidas muitas criações monumentais de classe mundial como a estância de esqui Masikryong, o Complexo de Piscinas de Recreação Munsu, a Área de Recreio da Aldeia Rungna, o Club de Equitação de Mirim, a Divisão Mirae para os cientistas e o Complexo de Ciências e Tecnologia. A República Popular Democrática da Coreia (RPDC) realizou o lançamento bem sucedido de dois satélites de aplicações, um teste bem sucedido da bomba de hidrogênio, entre outros feitos notáveis.

Duradouro e eterno será o largo sorriso do presidente Kim Il Sung, com a Coreia socialista sob a liderança de Kim Jong Un, caminhando com firmeza para construir um Estado socialista poderoso e próspero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



imagem-logo